A Pandemia e a era atômica – o que têm em comum?

23/06/2020

Por: Equipe Vivenciar.net

O escritor C.S. Lewis (famoso pelas Crônicas de Nárnia) escreveu há 72 anos uma reflexão que é mais atual do que nunca. A Segunda Guerra Mundial recém havia terminado, e a Guerra Fria estava começando.

O texto de C.S. Lewis nos faz refletir sobre a fragilidade da vida, ao mesmo tempo que nos leva a pensar em como viver este tempo de Pandemia, isolados sim, com algum medo, mas sem perder o controle da situação, para que seja um tempo útil dentro de nossos lares. Um tempo para estarmos próximos de nossa família, aproveitando pequenas coisas e momentos juntos.

Ao ler o texto, pense em “coronavírus” cada vez que ele falar de bomba atômica. A reflexão era sobre como viveremos numa era atômica?

“…viveremos da mesma maneira que você viveria no século 16 quando a ‘peste’ visitava Londres quase todos os anos, ou como você viveria na era Viking quando os invasores da Escandinávia poderiam chegar a qualquer noite e cortar suas gargantas; ou na realidade, como você já está vivendo numa era de câncer, de sífilis, de paralisia, uma era de bombardeamento aéreo, de acidentes ferroviários, de acidentes rodoviários.”

Em outras palavras, não devemos começar a exagerar a ‘novidade’ da nossa situação. Você, bem como todos os que você ama, já estavam sentenciados à morte antes da bomba atômica (vírus); e uma boa parte de nós iremos morrer de uma maneira desagradável. Nós, de fato, temos uma grande vantagem sobre os nossos antepassados – a anestesia.

A primeira coisa a fazer é controlar-se. Se todos nós vamos ser destruídos por uma bomba atômica, quando a bomba (vírus) chegar, que ela nos encontre fazendo as coisas sensatas e humanas – orando, trabalhando, ensinando, lendo, ouvindo música, dando banho nas crianças e não amontoados como ovelhas amedrontadas pensando sobre bombas. Elas podem quebrar os nossos corpos (um micróbio pode fazer isto – em nosso caso um vírus) mas elas não precisam dominar nossas mentes.”

Present Concerns, editado por Walter Hooper, Harper Collins, Nova Iorque, 2017. ‘On Living in an Atomic Age’, publicado na revista Informed Reading, vol. VI, 1948, pp. 78-84.